Livro: Um Amor Escandaloso

domingo, 16 de agosto de 2015
Livro: Um Amor Escandaloso
Paginas: 376 paginas 
Editora: Record

Autora: Patricia Cabot
Sinopse: Um Amor Escandaloso - Quando a bela Kate Mayhew é contratada como dama de companhia de Isabel, filha de Burke Traherne, o marquês de Wingate se vê numa situação complicada. Por um lado, tem consciência de que a Srta. Mayhew é exatamente o que a jovem precisa, mas, ao admiti-la em sua casa, o marquês é obrigado a controlar a atração que sente pela moça. O grande inconveniente é que o cargo que ela ocupa a impede de se tornar uma de suas amantes. E Burke vive sobre o juramento de nunca mais se casar, depois de ter flagrado a ex-esposa num ato de traição.Já a Srta. Mayhew não consegue parar de pensar em um homem pelo qual jurou nunca se apaixonar, e esconde um escândalo do passado. Ousará a bela moça lutar contra seus desejos e os fantasmas que parecem persegui-la? O homem que frequenta seus sonhos mais despudorados e o que habita seus piores pesadelos aproxima-se cada vez mais, e ela não sabe por quanto tempo mais conseguirá suportar.

Boaaaaaaaa noite meus amorecos, tudo bem com vocês??
Hoje vim falar de um livro que eu esperava muito para ler e que me dividiu muito entre o gosto.
Vim falar do livro Um amor Escandaloso, de Patricia Cabot.

Achou o "Cabot" familiar? Pois bem, para quem não sabe Patricia Cabot é a mesma autora Meg Cabot. Ele possui dois nomes (creio eu) para diferenciar seus estilos.
Quem procura muito por Meg Cabot, vai achar series como A Mediadora, O Diário da Princesa, entre outros.

E pela primeira vez estou lendo um enredo dela como Patricia. Vamos la?

Um amor escandaloso conta a estória de Kate e Burke.
Kate tem um passado complicado, devido a forma como seus pais faleceram. Pelo fato de alguém muito mal ter feito coisas erradas, todos acham que o pai de Kate matou a esposa e a si próprio. Porem sera que é a verdade isso, ou a pessoa que Kate julga dizer que foi o culpado é a verdadeira realidade?
Porem perante a sociedade daquela época não importava muito o que Kate dizia, mas sim o que a sociedade falava.
Já Burke, um homem belo mas de temperamento forte, viu a anos seu coração se despedaçar. Alem de ser traído pela mulher, Burke fez o básico que fora jogar o amante pela janela (sim eu ri disso rs)
Após isso ele teve que lidar com uma filha sozinha e proibir de fazer seu coração se encantar por outra pessoa.
Até conhecer Kate. E ambos se envolverem em uma ardente e escandalosa relação amorosa. Agora vale do orgulho dos dois, e da verdade para que ambos fiquem juntos..

Ai gente esse livro foi um pouco complicado para mim.  Sempre gostei de livros de época e realmente esperava um romance mais recatado, com leves toque de sensualidade, como de fato ocorreu no livro da Patricia/Meg Cabot.
Porem ele me decepcionou um pouco.
Quando eu li um livro "Um amor escandaloso" eu esperava realmente que acontece-se algo que os deixassem perante a sociedade principalmente em maus lençóis. Mas notei um romance morno, que na verdade o escândalo estava no passado dos dois.
Logicamente que pelos atos deles feitos na época que estava consideraria ser um escândalo. Porém não era algo para se dizer "NOSSA QUE HORRÍVEL"
Então achei que o título não ficou tão apropriado para o conteúdo

Outro ponto também que ao mesmo tempo eu gostei e não gostei, foi que em algumas partes foram arrastadas demais, e as partes que deveriam ter tido um envolvimento maior, como por exemplo, a descoberta se realmente foi o pai dela ou não que se matou, ou mataram ele, ou o romance do Burke e da Kate, estas sim deveriam ter sido mais explicadinhas e ela ter poupado algumas coisas que eu considerei desnecessárias para o livro.

Fora isso, eu achei o conteúdo legal. Ameeei a Isabel que é a filha do Burke. Para mim ela foi colocada na estória da forma liberal dela, para mostrar que estava ocorrendo mudanças no seculo. Afinal 1879 é uma parte onde o consentimento dos pais, a castidade da mulher eram coisas muito serias ainda. (não que hoje em dia não seja rsrs)

Haaa, estava quase esquecendo, outro ponto que eu fiquei meia confusa também, foi essa divisão do livro.
Quem leu percebeu que o livro fora dividido em duas partes. Pelo que vi a segunda parte da uma adiantada, não mostra muito o sofrimento do Burke e nem da Kate, mas ao mesmo tempo eu percebo que não havia necessidade de explicar que daquele enrendo em diante era uma segunda parte.

Fora isso a leitura é gostosa sim, me deu vontade de saber mais sobre a Isabel, afinal ela morre de vários amores, e acharia legal ter uma estória todinha dela e também para matar um pouco a saudade do Burke  e da Kate.
Sou obrigada a dizer que a parte que eu mais gostei do livro fora o final, ele foi uma das partes mais leves e que mais me fizeram sorrir.

Não vou mentir que esperava um pouco da nossa Meg na Patricia, e que prefiro ela ainda sendo como Meg, mas ela não desaponta nunca.
Vale a pena ler o livro, se você é como eu apaixonada por romances de época.

E é isso pessoal, espero que tenham gostado da resenha. Não deixem de comentar, participar, é sempre importante ok?
Fiquem com Deus e até a próxima.


Não esqueça de acompanhar o L.I nas redes sociais

Nenhum comentário

Postar um comentário