Livro: Quem Sabe Um Dia

terça-feira, 8 de abril de 2014

Livro: Quem Sabe Um Dia
Paginas: 367
Editora: Record
Autora: Lauren Graham
*livro cedido pela editora para resenha*
Sinopse: Quando se mudou para Nova York, Franny Banks deu a si mesma três anos para conseguir se estabelecer como atriz. E agora, em janeiro de 1995, faltando apenas seis meses para o fim do prazo, ela não conseguiu grandes avanços. Todas as suas fichas estão depositadas na Apresentação, uma mostra dos alunos do curso de teatro do qual faz parte com diversos agentes presentes. Assim, resta a Franny lutar contra a conta bancária, o cabelo indomável, o tempo e a própria sorte para conseguir aquilo que acredita ser seu por direito.

E ai pessoal tudo certinho com vocês??

Hoje eu estou aqui para fazer a resenha de um livro que me surpreendeu e me deu conceitos bem legais, vou tentar não contar nada em k. Novamente estou pedindo desculpas pela qualidade das imagens, estou sem câmera e a única que tenho é a do celular ;/ Mas chega de bláblá, vamos lá!



Bem gente vamos lá. Vou contar um pouquinho da história.
A história trata-se em especial de uma moça chamada Franny, vivendo seu ultimo 6 meses, dos três anos que ela estabeleceu para si mesma, para conseguir ser uma atriz de verdade. Vivendo junto com sua amiga Jane - um amor de mulher e alem de ser muito engraçada e objetiva- e seu colega Dan - que mesmo timido acaba se revelando aos poucos.
Os três buscam em sua carreira, não somente fama, mas sim um desejo pessoal de conseguir e a partir dai que não somente amizade se unem mas também um sentimento, chamado amor!
Franny depois de ver seu teste um tanto defeituoso, acredita que não conseguira nenhum agente até seu prazo acabar, e é ai que ela se supreende, aparecendo dois agentes que gostaram de sua atuação. A unica diferente dos dois é que um busca somente ganhar um a mais e o outro busca realmente um talento e uma amizade. 
Além disso Franny acaba tendo quedinhas por um rapaz chamado James, onde para ela e em sua visão é "O CARA PERFEITO" e sera que esse romance pode dar certo?
Ou será que ela vai acabar vivendo um pequeno triângulo amoroso, onde consiste no básico " Um cara vale muito mas não tem nada, e o outro vale nada mas tem pelo menos alguma coisa" 
Você ira se surpreender que rumo essa história vai tomar, não somente no romance, mas sim na sua vida como atriz.
-AHH!- Claro que eu não posso deixar de comentar do nosso querido Frank, que mesmo sem nunca ter aparecido, ele consegue nos mostrar como é previsível, ate a surpresa final.


Bem gente, a história da nossa querida Franny demostra como é ser um jovem de 27 anos, vivendo em um mundo de mudanças, pois 1995 é uma época transformadora, estar a beira de um colapso consigo mesma por achar que nunca vai ser boa o suficiente.
Franny demonstra o que nós vemos em muitos jovens hoje em dia, que é a dificuldade de aceitação e de confiança em si proprio. E é graças a esses pontos que ela não nota as coisas grandes que fez, mesmo elas sendo pequenas aos olhos dela própria e dos outros.
Um ponto que achei marcante na trajetória da Fran, foi as suas escolhas. A Franny teve chances de escolher muitas coisas certas, mas por se intimidar pelos outros, acabou escolhendo as erradas, e ela teve a sorte de no final as certas olharem para traz e a aceitarem novamente.
Lógico que não foi uma coisa errada que posso dizer o que ela fez, pois foi algo de instinto. Ela acreditou que era aquilo que ela queria,quando na verdade ela estava criando uma Franny totalmente diferente do que conheceu.
O que me chama atenção, e creio que a autora quis colocar o foco nisso, foi em sua obsessão pelo seu prazo, ou seja, ela não se permitiu abrir os olhos em nenhum momento e relaxar, ela é tão focada com seu prazo que se esquece do que realmente deve-se da valor


E foi através desse prazo louco e que deixou todo mundo louca. Que ela acaba se envolvendo em um triângulo amoroso ( conta um pouquinho, Dan e James fazem parte disso kk)
E ela somente repara na situações que esta e em como cada um é, quando ela se ve no meio de uma estreia de cinema,e acaba percebendo que aquilo não é para ela, não sozinha! e muito menos esnobada por alguém que diz que a ama - estranho não?-
E é justamente nesse ponto que ela abre os olhos! Que quando ela descobre o verdadeiro significado do seu ser, e de seu nome (  Sua mãe, colocou seu nome de Franny devido ao conto, onde descreve exatamente como é a Franny do livro), porém a unica diferença das duas é que a Franny do conto não desistiu de seus sonhos e a Franny do livro estava prestes a desistir.
E quando ela consegue notar isso, ela acaba percebendo que o prazo não existe, ou tudo que ela achou que nunca tinha feito, fez. Ela possuia uma história, ela tinha uma história de vida. E só nesse momento ela abriu os olhos no outro dia e lhe permitiu mais um tempo, não somente para sua carreira, mas sim para si mesma!
E com isso as coisas conseguem caminhar para o caminho certo, tanto o profissional, quanto o emocional! Mas a dúvida é, sera que ela conseguiu tudo? Porque o final do livro nos da duas opções de escolha k, e só quem ler vai entender o que digo!


Como vocês podem ver a história realmente marca momentos da vida, da insegurança enquanto ao seu desejo profissional. Seu medo de escolher a pessoa errada e no final se arrepender. E ainda por cima de não aceitar que si mesma consegue.
O que senti falta no livro, e é por isso que dei quatro corações, foi aprofundar a questão do romance. Teve Romance? Sim. Mas o romance foi algo tão pouco dito detalhadamente que não diria que o livro é um romance.
Diria que ele tem momentos românticos, mas foi só isso que senti falta no livro, apesar do gosto de quero mais.
Agora em termos de ponto mega positivos, posso dizer que é um livro muito bem escrito, leve, fácil de se ler e pode-se notar que a autora utilizou de seu próprio conhecimento como atriz para escrever esse livro, pois ele acaba sendo real demais e a gente se envolve com ele fácil.
Tirando uma coisa que AMEI SUPER! é as partes onde mostra o conteúdo da agenda da Franny, onde ali a gente ve como um pequeno diário que ela escreve tudo.
Em termos de personagens, me apaixonei por todos, e amo todos. Ela conseguiu colocar cada um com sua característica única e você acaba se apaixonando por cada um, mesmo os errados -kk- E uma coisa que achei impressionante foi o personagem Frank, pois eu sentia presença dele mesmo ele sendo um polo passivo no livro. E se torna ativo no final, onde ele demonstra o significado da esperança, mesmo sem dizer nada.
Realmente, é um livro encantador, que faz você rir, ficar animada, respirar bem fundo e quando você vê o final - ainda mais o final daquele jeito- você só diz uma coisa. QUERO MAIS!!!

Bem gente é isso, espero que vocês tenham gostado. É a primeira resenha que faço através de parceria com Editora, então estou nervosa e espero que a resenha os agrade.E não esqueça de deixar sua opinião, os aguardo. UM BEIJÃO!! e tchau tchau!!

2 comentários

  1. Super curiosa pra ler esse Caaa!! Da pra emprestar?! kkkk amei a resenha!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Logico que empresto Fran, só falar que dia posso passar na farma <3 É um livro muito gostoso de ser lido viu, você vai amar

      Excluir